Notícias CROSC

CRO-SC e Vigilância Sanitária estadual preparam termo de cooperação e resolução normativa conjunta

O CRO-SC e a Vigilância Sanitária Estadual reuniram-se em 23 de fevereiro para elaborar um termo de cooperação para combater com efetividade as ilegalidades na odontologia, atendendo de forma ainda mais célere as denúncias recebidas.

Com esse objetivo, reuniram-se a presidente do CRO-SC, Sandra Silvestre, a diretora da Vigilância Sanitária estadual, Lucelia Ribas Kryckyj e de forma remota o presidente da Comissão de Ética do Conselho, Rafael Lacerda Zandoná. Também será elaborada uma Resolução Normativa conjunta, que inclua protocolos específicos e que seja de fato efetiva. “Esta foi a primeira gestão do CRO-SC que aceitou fazer um termo de cooperação e contribuir na construção de uma nova Resolução Normativa”, comentou a diretora da Vigilância Sanitária.

Para a presidente do CRO-SC, a união é de grande importância para a odontologia, por representar a ampliação da fiscalização de irregularidades e apuração de denúncias de ilegalidades no exercício da profissão de cirurgião-dentista. “É necessário que os colegas que encaminham denúncias ao Conselho vejam de alguma forma o retorno à sua iniciativa, mesmo com os processos tramitando em sigilo por determinação legal”, afirmou Sandra Silvestre.

Participaram também da reunião a procuradora do Conselho, Dulcianne Beckhauser Borchardt, a gerente de Fiscalização do CRO-SC, Larissa Cassini; a gerente de Inspeção e Monitoramento de Serviços de Saúde, Cristine de Souza Silveira, e a chefe de Divisão de Estabelecimentos de Saúde Carina Kindermann.

A parceria com a Vigilância Sanitária estadual é mais uma ação do CRO-SC que vem em benefício da classe odontológica. “Seremos incansáveis na busca de punição das ilegalidades e a defesa do exercício profissional ético. Com isso, estaremos atuando em benefício dos colegas que observam o nosso código de ética e são prejudicados por quem pratica ilegalidades na odontologia.

Em fevereiro, fiscais do CRO-SC e da Vigilância Sanitária de Florianópolis já realizaram a primeira ação conjunta visando ampliar a fiscalização de irregularidades e apuração de denúncias de ilegalidades no exercício da profissão de cirurgião-dentista. Também está sendo preparado um termo de cooperação entre os órgãos, que protegerá os profissionais éticos e agilizará a apuração de denúncias. A intenção do CRO-SC é replicar essa iniciativa em outras cidades do estado.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com outros Colegas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin