Notícias CROSC

CRO-SC promove 1º Meeting de Harmonização Orofacial

Na foto (à esquerda), Ana Carolina Basile, delegada da Sociedade Brasileira de Toxina Botulínica e Implantes Faciais na Odontologia; Aguinaldo Coelho de Farias, presidente do CRO-PR; Sandra Silvestre, presidente do CRO-SC; Claudio Yukio Miyake, secretário geral do CFO; Ana Maria Zottis Hummelgen, conselheira tesoureira do CRO-SC e João Cerveira, presidente da Comissão de Harmonização Orofacial do CRO-SC

O CRO-SC promoveu em 10 e 11 de setembro o I Meeting de Harmonização Orofacial, na Sede da OAB-SC em Florianópolis. O evento contou com o apoio do Conselho Federal de Odontologia (CFO), representado pelo secretário geral Claudio Yukio Miyake, e da Sociedade Brasileira de Toxina Botulínica e Implantes Faciais na Odontologia (SBTI), representada pela delegada Ana Carolina Basile. O meeting foi prestigiado também pelo presidente do CRO-PR, Aguinaldo Coelho de Farias.

Segundo a presidente Sandra Silvestre, foi um encontro especialmente construído para profissionais que atuam na área também analisarem as possibilidades diante de novos cenários desta que é a mais recente especialidade da odontologia reconhecida e regulamentada pelo CFO. “A harmonização orofacial, como as demais áreas da odontologia, teve um espetacular avanço nos últimos anos e cabe a todos nós, cirurgiões-dentistas, a responsabilidade profissional e social de ajudar a combater a desinformação acerca da prática de procedimentos, com base na normativa editada.”

Durante dois dias os participantes, que puderam participar gratuitamente, acompanharam uma programação que contou com grandes especialistas na área para analisar técnicas, pesquisas e práticas na área de Harmonização Orofacial e oportunizar a troca de ideias e experiências. O secretário geral do CFO, Claudio Yukio Miyake, fez uma palestra sobre Ética e Legislação na HOF e a importância do CD manter prontuários sempre atualizados dos pacientes, e depois respondeu a questionamentos e esclareceu dúvidas dos cirurgiões-dentistas. 

“Não é mais possível iniciar um tratamento sem a formalidade do contrato e assinatura, e nunca é demais exagerar nos cuidados. A formalidade garante a segurança para o paciente e para o profissional”, reiterou ele.

Os palestrantes Morgana Custódio, Lucila Largura, Flavio Luposelli (vice-presidente da SBTI, representando-a na mesa de debates), Gabriela Junges, Ana Basile, Ana Laura Fontana, Wagner Menon, Andre Riani e Rogério Romeiro levaram informações atualizadas sobre temas como envelhecimento, lifting e mapeamento facial, lifting, tratamento e protocolos seguros de atuação

O secretário do CRO-SC, Wilson Andriani Jr, que ao encerrar o evento enfatizou a importância da questão da ética e da importância do papel do CD na saúde, fez um agradecimento especial à comissão organizadora e à Comissão de Harmonização Orofacial do CRO-SC, presidida pelo colega João Carlos Cerveira Paixão e à integrante Lilian Dias dos Santos, pela imensa dedicação e esforço em todos os momentos.

Fotos: Julio Trindade

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com outros Colegas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin