Notícias CROSC

Projeto que torna obrigatória a cirurgia reconstrutiva de lábio leporino no SUS avança no Senado

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei 3.526/2019, que torna obrigatória a cirurgia reconstrutiva de lábio leporino ou fenda palatina pelo Sistema Único de Saúde, com a presença do Cirurgião-Dentista na equipe multidisciplinar. Com o avanço na tramitação, o projeto segue para análise do Plenário do Senado. O Projeto é de autoria do deputado Danrlei de Deus Hinterholz (PSD-RS).

Na prática, o Cirurgião-Dentista atua como figura central devido à complexidade da cirurgia, atresia maxilar, deficiência óssea, entre outros fatores, no âmbito da reconstrução de lábio leporino. A assistência odontológica especializada abriga o trabalho de Cirurgião-Dentista bucomaxilofacial, ortodontista, protesista e implantodontista. O objetivo prioritário é reverter o quadro de más-formações congênitas que ocorre durante o desenvolvimento do embrião e garantir o encaminhamento imediato após o nascimento da criança para execução da cirurgia plástica na rede pública de saúde.

Segundo o Presidente do CFO, Juliano do Vale, o avanço desse Projeto de Lei é fundamental, tendo em vista uma a cada 650 crianças nascem com esse problema no Brasil; um total de 280 mil pessoas. “A articulação política do CFO em defesa desse projeto acontece em caráter permanente, com subsídio da Comissão e da Assessoria Parlamentar da Autarquia. A aprovação unânime da Comissão de Assuntos Sociais reflete a conscientização do parlamento acerca da importância desse projeto à sociedade”, afirmou.

O CFO continuará acompanhando de perto e trabalhando para que este projeto avance o mais breve possível.

CLIQUE AQUI e confira a tramitação no Senado.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com outros Colegas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin