Notícias CROSC

Nota oficial CRO-SC: Odontologia é serviço essencial de assistência à saúde

O CRO-SC emitiu ontem (08) Nota de Esclarecimento onde manifesta o entendimento de que a odontologia deve ser considerada serviço essencial de assistência à saúde, e que as clínicas e consultórios estão aptos a dar continuidade no atendimento à população em casos de urgência/emergência e também nos atendimentos eletivos, sejam na rede pública ou privada.

Na nota assinada pela presidente Sandra Regina Pereira Silvestre, o CRO-SC também orienta os colegas a aumentar o intervalo entre as consultas para evitar aglomerações na sala de espera, permitindo tempo hábil para realização de adequada higienização dos consultórios, de acordo com rigorosas normas de biossegurança, visando a preservação da saúde dos pacientes e dos profissionais da odontologia, em observância às diretivas do comando de enfrentamento à pandemia.

Confira a Nota:

CONSIDERANDO que os profissionais da Odontologia (cirurgiões-dentistas, técnicos em saúde bucal, auxiliares em saúde bucal, técnicos em prótese dentária e professores) possuem alta aptidão técnica e científica em matéria de saúde, e sabem dos riscos inerentes ao Sars-Cov-2 e à COVID-19 e as medidas de biossegurança necessárias a serem adotadas.

CONSIDERANDO as constantes dúvidas e indagações dos profissionais diante dos vários Decretos Municipais que não têm, de maneira clara e expressa, incluído o atendimento odontológico como serviço essencial.

O Conselho Regional de Odontologia do Estado de Santa Catarina – CRO/SC,  Autarquia Federal com atribuições de supervisionar a ética profissional, trabalhar pelo desempenho ético da Odontologia, pelo prestígio e bom conceito da profissão e dos que a exercem legalmente, em razão do agravamento da pandemia do coronavírus, comprovado pela Matriz de Risco Potencial em Santa Catarina, divulgada no dia 05 (cinco) de março corrente, que pela segunda semana consecutiva registrou todas as dezesseis regiões do estado com risco potencial gravíssimo.

Vem a público manifestar o entendimento de que A ODONTOLOGIA DEVE SER CONSIDERADA SERVIÇO ESSENCIAL DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE, e que, desta forma, as Clínicas e Consultórios estão aptos a dar continuidade no atendimento à população em casos de urgência/emergência e também nos atendimentos eletivos, sejam na rede pública ou privada.

O CRO-SC, sempre atento às diretivas do comando de enfrentamento à pandemia, orienta os colegas a aumentar o intervalo entre as consultas para evitar aglomerações na sala de espera, permitindo tempo hábil para realização de adequada higienização dos consultórios, de acordo com rigorosas normas de biossegurança, visando a preservação da saúde dos pacientes e dos profissionais da odontologia.

SANDRA REGINA PEREIRA SILVESTRE, CD

Presidente

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com outros Colegas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin