Notícias CROSC

Polícia de Nova Trento indicia falso dentista e prende CD por acobertamento ao exercício ilegal da odontologia

Uma denúncia feita pelo CRO-SC à polícia civil resultou em prisão em flagrante na sexta-feira (12) de um dentista em Nova Trento por acobertamento ao exercício ilegal da profissão e posse de medicamentos vencidos e em uso no seu consultório. Segundo o delegado Marcelo Arruda, o falso dentista chegou a ser conduzido até a delegacia e não pode ser preso por ausência de flagrante, mas será indiciado e responderá a processo crime por exercício ilegal da profissão. Ele tentou fazer inscrição nas delegacias do CRO-SC de Blumenau e Joinville, onde apresentou diplomas falsificados e, com isso, a fraude foi descoberta e denunciada pelo Conselho de Odontologia de Santa Catarina.

O falso dentista era estudante de odontologia na Uniavan, que o desligou da faculdade e confirmou ao CRO-SC que o diploma não era verdadeiro. No Conselho, a falsificação foi identificada de imediato porque vários detalhes que não coincidiam com um diploma regular foram observados internamente quando da conferência da documentação. Com isso, a polícia foi acionada pelo CRO-SC e a investigação vem sendo feita desde o ano passado.

Acompanhando tudo desde o início, o Conselho foi avisado de que estava marcada para hoje (12) a ação policial, que foi inteiramente acompanhada pela CD Larissa Cassini, gerente da Fiscalização do Conselho e pela agente Fiscal Raquel Brito da Silveira.

“É importante destacar que o CRO-SC está permanentemente atento a tentativas como essas. Apesar do diploma parecer ser aparentemente perfeito, estamos vigilantes e tudo é detalhadamente conferido, inclusive junto às instituições de ensino, impossibilitando que a inscrição possa ser feita”, alertou Larissa Cassini.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com outros Colegas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin