Notícias CROSC

Prevenção diminui incidência de cáries em Luzerna

Índice de dentes cariados em crianças, que era superior à média brasileira, hoje está dentro das metas da Organização Mundial da Saúde

 Ações preventivas realizadas em escola públicas do município de Luzerna, no Meio Oeste Catarinense, diminuíram significativamente a incidência de cáries entre crianças e adolescentes. Em 2004, o índice de dentes cariados aos 12 anos era de 2,8 (esse número é resultado da divisão entre o total de dentes cariados registrado na cidade entre crianças de 0 e 12 anos e o número de crianças nessa faixa etária). Hoje o índice caiu para 0,63.

O resultado positivo é reflexo de uma iniciativa posta em prática a partir de 2004. Inicialmente, crianças entre cinco e 12 anos das três escolas públicas do município participaram do programa de “Escovação supervisionada e bochechos com solução fluoretada”. Elas receberam um kit de higiene bucal com escova de dente, creme e fio dental e realizam semanalmente escovação dental e bochecho com solução fluoretada a 0,2% com a supervisão de um cirurgião-dentista. Através de trabalhos lúdicos, como teatro, filmes educativos e jogos interativos, as crianças receberam orientações quanto à alimentação saudável, hábitos de higiene, técnicas de escovação e métodos preventivos.

Em 2006, o município, que até então tinha uma equipe da Estratégia de Saúde da Família, instituiu mais uma e realizou um novo levantamento nas escolas para verificar se o trabalho de prevenção organizado anteriormente estava mostrando resultado. O índice de cárie encontrado foi de 1,63, aos 12 anos, comprovando que as medidas preventivas, apesar de refletirem em melhoria da situação geral vista, ainda não apresentavam o resultado esperado. A partir disso, outros  programas foram postos em prática no ambiente escolar.

Entre os novos programas estão o Saúde em Ação, que desenvolve ações preventivas multidisciplinares junto aos alunos e comunidade; visitas domiciliares e grupos de gestantes, que esclarecem sobre a  importância do cuidado com a saúde bucal durante a gestação, assim como com a higiene bucal do bebê; e o programa escolas promotoras de saúde,  destinado a crianças e adolescentes  de zero a 14 anos,  que conta com a capacitação de professores e encontros semestrais com os pais para despertar interesse em levar seus filhos regularmente ao dentista.

A cárie afeta crianças de muito pouca idade e, em virtude disso, é importante que se adotem medidas de prevenção o mais precocemente possível, para que se evite comprometimento na qualidade de vida. A negligência quanto à saúde nos primeiros anos de vida pode se constituir em um problema para a família bem como para toda sociedade.

Luzerna tem uma população de cerca de cinco mil habitantes e duas escolas públicas com 128 crianças entre cinco e 12 anos. Até 2002, o atendimento odontológico do município era basicamente ambulatorial e resolvia apenas problemas de dor dentária. A implantação das equipes da Estratégia da Saúde da Família possibilitou a promoção em saúde com foco na prevenção a nível primário. As equipes são compostas por enfermeiras, médicos, técnicos de enfermagem, agentes comunitárias de saúde e duas equipes de saúde bucal com dois cirurgiões-dentistas e dois auxiliares de consultório dentário, que atendem cerca de duas mil pessoas por mês.

O projeto foi desenvolvido pelos cirurgiões-dentistas Walmor Silvestre Dresch Ströher, especialista em Prótese Dentária e em Saúde da Família, Presidente da ABO Seção Joaçaba e secretário municipal de Saúde e Simone Volpato, especialista em Saúde da Família.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com outros Colegas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin